Descubra a importância das normas construtivas e da granulometria da terra na construção sustentável e como determinar a composição ideal. Aprenda como a proporção de areia, argila e silte afeta a resistência e coesão das estruturas de terra.

Muitas pessoas têm dúvidas sobre as normas construtivas, regulamentação e aprovação da construção com terra. Neste artigo, eu Bruno Azevedo, arquiteto e bioconstrutor da Biohabitate, vou esclarecer essas preocupações, discutindo as normas construtivas de adobe e taipa de pilão, bem como sua regulamentação pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Isso é fundamental para garantir a qualidade e segurança das construções com terra.

fachada da casa estrela feita com adobes
Casa Estrela – Projeto Biohabitate

Normatização e Regulamentação da Construção com Terra: Garantindo Qualidade e Segurança

A construção com terra tem ganhado destaque no cenário da construção sustentável, frequentemente suscitando dúvidas sobre sua regulamentação das técnicas e aprovação dos projetos. Neste artigo, abordo as normas construtivas de adobe, taipa de pilão, bem como sua regulamentação pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Essa regulamentação desempenha um papel crucial na garantia da qualidade e segurança das construções com terra.

Normas construtivas de Adobe e Taipa de Pilão

No Brasil, a ABNT é a entidade responsável pela aprovação de normas construtivas técnicas que regulam as práticas construtivas. Em relação à construção com terra, duas normas se destacam:

1 – NBR 16814:2020 – Adobe – Ensaios

  • Essa norma estabelece procedimentos e critérios para ensaios de adobe, abordando aspectos como resistência à compressão, absorção de água e retração.
Descrição de uma das normas construtivas, o adobe

2 – NBR 17014:2022Taipa de Pilão – Ensaios

  • Similar à norma de adobe, a NBR 17014 aborda procedimentos e critérios para ensaios de taipa de pilão, estabelecendo padrões de qualidade e segurança.
Normas ABNT taipa de pilão

Regulamentação de Adobes e Suas Aplicações

A regulamentação específica de adobes, tijolos de terra crua, é uma parte vital da normatização das bioconstruções em geral. Os adobes são amplamente utilizados em construções com terra, e sua qualidade deve ser rigorosamente controlada. Isso é alcançado por meio da observância das normas construtivas, no caso a NBR 16814, que define os parâmetros de qualidade desses tijolos.

A Importância da ABNT na Regulamentação

A ABNT desempenha um papel crucial na regulamentação da construção com terra, garantindo que as normas técnicas sejam rigorosamente elaboradas e aplicadas. Isso proporciona confiabilidade, qualidade e segurança às construções com terra, garantindo que elas atendam aos padrões aceitáveis de desempenho, durabilidade e segurança.

Aprovação e Reconhecimento

A aprovação das normas construtivas, NBR 16814 e NBR 17014 pela ABNT, traz reconhecimento à construção com terra. Isso significa que as construções com base nessas normas estão alinhadas com os padrões técnicos nacionais, proporcionando confiança tanto aos construtores quanto aos órgãos de regulamentação e fiscalização.

Benefícios da Normatização e Regulamentação

A regulamentação e a normatização da construção com terra oferecem diversos benefícios:

  1. Qualidade Garantida: As normas construtivas estabelecem critérios de qualidade, garantindo que as construções atendam a padrões aceitáveis.
  2. Segurança: A conformidade com as normas garante que as edificações sejam seguras para seus ocupantes.
  3. Reconhecimento Oficial: O reconhecimento pela ABNT é uma prova de que a construção com terra é uma técnica válida e respeitável.
  4. Facilitação de Aprovações: Construções que seguem as normas da ABNT têm maior probabilidade de serem aprovadas por autoridades locais.

Qualidade e Segurança na Construção com Terra

A normatização e regulamentação da construção com terra são fundamentais para garantir a qualidade e a segurança das edificações. Com a aprovação de normas construtivas como a NBR 16814 e a NBR 17014 pela ABNT, a construção com terra é reconhecida como uma prática confiável e segura.

À medida que mais pessoas buscam alternativas sustentáveis na construção, a construção com terra, respaldada por essas normas, está emergindo como uma opção viável e ambientalmente responsável. A garantia de qualidade e segurança oferecida pela normatização é um passo importante em direção a um futuro mais sustentável na construção civil.

Botão para solicitar consultoria em bioconstrução da biohabitate.

Granulometria da Terra: A Base Essencial para Construções Sustentáveis

Assim como pude escrever no artigo de construção com terra, ela é um conjunto de práticas ancestrais que ressurgem como uma opção sustentável para o nosso ambiente e orçamento. Para construir com sucesso usando terra crua, é fundamental compreender a granulometria da terra, um conceito que diz respeito aos diferentes grãos que compõem esse material e que desempenham um papel crucial na resistência e durabilidade das construções sustentáveis.

Granulometria da Terra: Compreendendo os Grãos Fundamentais

ilustração representando grãos da terra
Ilustração representando os grãos da terra

A granulometria da terra envolve a análise dos grãos presentes no solo utilizado para construções com terra. Esses grãos se dividem em quatro categorias principais: pedregulho, areia, silte e argila. Compreender como esses elementos interagem é essencial para criar misturas de terra adequadas para diferentes técnicas de construção sustentável.

  • Pedregulho: Este é o maior grão presente na terra e não é usado em construções. Ele deve ser separado por meio de peneiramento. Sua presença no masseiro pode prejudicar a estrutura da sua parede.
  • Areia: A areia é o grão que confere resistência física à terra. É essencial para a construção de paredes estruturais que devem suportar o peso do telhado.

Areia: A Resistência Física da Terra na Construção Sustentável

Na busca por métodos construtivos mais sustentáveis, a utilização de materiais naturais tem ganhado destaque. A terra crua, em particular, tem se destacado como uma alternativa ecológica e eficaz para a construção de edifícios sustentáveis. Dentro desse contexto, a areia desempenha um papel fundamental, conferindo resistência física às construções de terra. Agora exploraremos em detalhes a importância da areia na construção sustentável.

A Areia e Sua Significativa Função

A areia é uma das partículas que compõem a granulometria da terra. Depois do pedregulho que é dispensado na construção com terra, ela é o grão maior da mistura, desempenhando um papel crucial na resistência física das construções de terra crua. A utilização de areia na proporção adequada é essencial para alcançar edifícios duradouros e estruturalmente sólidos.

A Resistência Física: Por que a Areia é Crucial

A resistência física é uma das características mais essenciais em qualquer construção. Ela determina a capacidade de uma estrutura de suportar cargas, pressões e esforços ao longo do tempo. No contexto das construções de terra, a areia é a principal responsável por conferir essa resistência.

Teste laboratorial da resistência física do hiperdobe
Teste em laboratório da resistência física do hiperadobe

Ao adicionar areia à mistura de terra, as partículas maiores e mais duras preenchem os espaços vazios, criando uma estrutura sólida e coesa. Isso é especialmente importante em paredes estruturais, que precisam resistir ao peso do telhado e a outros fatores externos.

Teste de Terra

A Areia e a Interferência nas Argilas

A areia desempenha um papel crítico na prevenção de trincas e fissuras nas construções de terra crua. Particularmente, ela impede que as partículas de argila, de tamanho menor, se expandam e contraiam de maneira abrupta em resposta à umidade. Isso ocorre porque a areia oferece resistência física e ajuda a manter as argilas estáveis.

Testes e Avaliação da Areia

Antes de iniciar qualquer projeto de construção com terra, é crucial realizar testes de qualidade do solo. Isso envolve verificar a granulometria e avaliar a resistência da mistura, garantindo que a proporção de areia seja apropriada.

Além disso, os testes de umidade podem determinar se a mistura está no ponto certo para a construção. Lembrando também que quando existentes, as normas construtivas devem ser sempre consideradas nesse preparo.

mistura de terra no canterio de obra em hiperadobe
Terra para Hiperadobe

A Importância da Areia na Construção Sustentável

A areia é muito mais do que apenas um grão na mistura de terra. Ela é a base da resistência física das construções de terra crua, desempenhando um papel fundamental na estabilidade e durabilidade dos edifícios sustentáveis.

Ao entender a importância da areia e manter a proporção adequada na mistura, os construtores podem criar estruturas que não apenas respeitam o meio ambiente, mas também proporcionam segurança e longevidade.

  • Silte: O silte é uma partícula de tamanho intermediário, situando-se entre a areia e a argila. Embora não interaja tanto com a água quanto a argila, sua função é aumentar a compacidade do solo.
  • Argila: A argila, o menor grão, é responsável por proporcionar coesão. Quando misturada com água, as partículas de argila se expandem e se contraem. A argila, entretanto, pode ser problemática se não for utilizada com uma proporção equilibrada de outros componentes.
Peneirando a terra e retirando pedregulhos
Peneirando a terra e retirando pedregulhos

A Argila: A Estrela da Coesão

A argila é o menor grão na granulometria da terra e é a principal responsável pela coesão. Quando misturada com água, as partículas de argila se expandem e se ligam, criando uma matriz sólida. Esse fenômeno permite a formação de adobes, tijolos de barro, e até mesmo paredes de pau a pique ou cob.

pisando masseiro de tijolos de adobe
Masseiro para Adobes

A Importância da Proporção Adequada

A resistência de uma construção com terra está diretamente ligada à proporção adequada de areia e argila na mistura. Enquanto a areia oferece resistência física, a argila proporciona coesão. A areia evita que as argilas se expandam e contraem bruscamente quando expostas à água.

Para evitar que a parede trinque, é essencial manter essa proporção balanceada. O ideal é uma mistura entre 40% a 60% de areia e 15% a 30% de argila. No entanto, essa proporção pode variar dependendo da origem mineralógica das argilas. E dentro as normas construtivas já disponíveis é possível acertar as proporções com mais acertividade.

Esses parâmetros são baseados em pesquisas e práticas desenvolvidas, aplicadas e aprimoradas por profissionais experientes e capacitados.

Eu possuo junto à Biohabitate, 20 anos de experiência em diversas técnicas de construção com terra bem como a participação na elaboração das normas construtivas do adobe e da taipa de pilão.

Arquitetos da Biohabitate em frente a Casa Vida Viva
Casa Vida Viva – Projeto e execução Biohabitate

Testando a Granulometria da Terra: Práticas Essenciais

Agora que vc já pôde compreender a importância da granulometria, é crucial saber como identificar a qualidade do solo. Alguns testes podem ser realizados para determinar se uma amostra de terra é adequada para a construção.

  • “Teste do Capitão”: Esse teste foi desenvolvido pela Biohabitate e se trata de pressionar a terra com a mão para verificar se ela tem coesão suficiente. Se for possível moldar uma bolinha com a terra úmida, a terra possui argila suficiente.

O resultado do “Teste do Capitão” é bastante direto. Ao pegar uma quantidade na palma da mão e apertar, se a amostra de terra permitir a criação de um pequeno bolinho coeso, significa que você tem argila o suficiente para construir com ela.

Esse teste é uma ferramenta prática que ajuda a determinar a adequação da terra antes de iniciar o projeto de construção sustentável. Contudo, é sempre bom lembrar de consultar as normas construtivas já existentes e bons profissionais experientes.

teste capitão
Teste do Capitão
  • Teste do Vidro: O teste do vidro consiste em colocar a terra em um pote de vidro com água, agitar e reservar até toda a terra decantar. Após a decantação, as partículas maiores (areias) ficarão no fundo, o silte no meio e a argila na superfície.
testes em vidro
Teste do Vidro

Teste de Umidade: A trabalhabilidade do solo depende do teor de umidade. Diferentes técnicas requerem níveis específicos de umidade, variando de solo seco a úmido. É essencial encontrar o equilíbrio para garantir que a terra não fique dura e nem viscosa.

Fôrmas de adobe sendo cheias com a massa adequada
Massa ideal para adobes

Combinando Granulometria e Umidade

Ao encontrar o equilíbrio perfeito entre granulometria e umidade, cria-se uma mistura de terra que é densa, resistente e durável. Essa combinação reduz os espaços vazios entre as partículas, tornando a massa mais resistente a esforços de compressão, prevenindo trincas e fissuras.

Construindo de Forma Sustentável

Compreender e dominar a granulometria ideal da terra, e se basear pelas normas cosntrutivas são a chave para o sucesso na sua construção com terra. Essas práticas ancestrais ganham vida com a aplicação desses princípios, proporcionando construções sustentáveis, duradouras e respeitosas com o meio ambiente.

A construção com terra aliada aos conhecimentos técnicos e normas construtivas oferecem uma abordagem única e ecológica para a construção de edifícios sustentáveis. Compreender a importância da composição adequada da terra é o primeiro passo para criar estruturas sólidas, resistentes e duradouras, sustentáveis e amigas do ambiente, e ainda, garantir as propriedades bioclimáticas da sua parede e construção.

2 Pontos Cruciais: Normas Construtivas e Granulometria

Quando falo sobre construção sustentável com terra, considero dois aspectos super importantes, como já escrevi neste artigo: as regras que precisamos seguir, chamadas normas construtivas, e a mistura certa de terra que vamos usar, o traço correto, ou seja, as proporções corretas da terra através da granulometria.

As normas construtivas, como as que a ABNT cria, são como um manual de instruções para construir de maneira segura e eficiente. Elas dizem como testar e avaliar os materiais assim como as já existentes nas de tijolos de adobe e taipa de pilão, garantindo que as construções sejam fortes e duráveis.

Consultar e respeitar as normas construtivas é como ter um bom guia para ajudar a garantir que tudo está sendo feito da maneira certa.

Agora, sobre a granulometria, ela é o estudo que nos permite saber com que tipo de terra estamos lidando, qual técnica ideal para ela, ou ainda, como corrigir para atender a técnica construtiva que quero utilizar.

Já sabemos que a terra é feita de diferentes tipos de grãos, areia, silte e argila e que cada um desses grãos tem uma função especial. A areia dá força, enquanto a argila ajuda a manter tudo unido. Entender isso é super importante para fazer a mistura de terra ideal para cada tipo de construção.

Construção com terra  usando adobe
Casa Confins – Projeto e capacitação Biohabitate
Logotipo da Biohabitate

Então, dentro de minha vasta experiência de 20 projetando, construindo e ensinando sobre bioconstrução, posso dizer que quando juntamos essas duas coisas – seguir as normas construtivas e usar a terra certa – conseguimos construir de forma segura, sustentável e de maneira saudável.

Tudo isso até poderia ser como ter a receita e os ingredientes perfeitos para fazer um bolo incrível. O que as normas nos dão seria a receita, e os grãos que compoem a terra, os ingredientes, e combinando os dois, garantimos que as construções de terra sejam não só amigas do ambiente, mas também seguras e fortes.

Contudo, estar munido de conhecimento e um bom acompanhamento profissional com experiência em construção com terra, pode ainda ser mais positivo, uma vez que essas construções, também tidas como construções vivas possuem características e reações que podem variar de acordo com o clima local, composição específica da terra e outras características como a trabalhabilidade do solo.

testes de umidade para adobes
Teste de Umidade

Trabalhabilidade do Solo: O Equilíbrio na Umidade para Construções Sustentáveis

Na busca por construções sustentáveis e ecológicas, a compreensão da trabalhabilidade do solo é fundamental. Encontrar o equilíbrio perfeito na umidade do solo é essencial para o sucesso de projetos de construção com terra e materiais naturais.

Aqui vou te contar a importância do conhecimento e da aplicação da trabalhabilidade do solo e como manter a umidade adequada para garantir construções duradouras e sustentáveis.

A Complexidade da Trabalhabilidade do Solo

A trabalhabilidade do solo refere-se à capacidade das partículas do solo de se comportarem de maneira adequada durante o processo de construção. Isso inclui a maneira como as partículas interagem umas com as outras e como respondem à adição de água e isso também se relaciona com a umidade relativa do ar.

Encontrar o equilíbrio certo na umidade é crucial, pois afeta diretamente a coesão, a estabilidade e a durabilidade da estrutura.

Exemplo de casas feitas pela técnica de bioconstrução.

Agora que pude explicitar muitas informações sobre a construção com terra, a bioconstrução e sustentabilidade, te convido a se aprofundas no assunto acompanhando os demais artigos da Biohabitate e nossas redes sociais.